Isla de San Andrés

Como eu disse  no post sobre Cartagena das Indias, eu simplesmente peguei o próximo voo para esta ilha no meio do Mar do Caribe, na altura da Nicaráguascreenshot-www.google.com.br 2015-12-01 23-18-02

Dia 1 (segunda)

A chega a noite na ilha já tive a primeira surpresa: os táxis não tem cor padronizada ou identificação, simplesmente é um carro que é um táxi. Assim como em Cartagena não existe taxímetro então combine o valor antes da corrida.

Após fazer o check-in no hostel sai a procura de algo para comer às 23:30. Porem não encontro nada aberto, a vida em em San Andrés é num ritmo muito diferente de Cartagena. Felizmente o bar do hostel era barato.

Dia 2 (terça)

Após um breve passeio pela praia logo pela manhã descubro que existem passeios de barco até Johnny Cay (os nativos pronunciam Key, e algum tempo depois descubro que significa Cayo ou Ilhota). O passeio (da e volta dura cerca de 10 minutos em cada direção e custa COP 10.000 mais COP 5.000 para entrar na ilha. Mas prepare-se para uma farofada.

A ilha é pequena, cerca de 1 km de extensão. Em um canto temos uma praia, nos demais somente pedras e piscinas naturais. No interior existem diversos bares e restaurante. É um passeio para o dia todo pois a volta é somente as 13:30 ou 15:30, logo você vai passe algum tempo na lá. Todas as bebidas são servidas no coco: piña colada, água de coco, coco fresa (morango) e o famoso coco loco que é basicamente álcool puro com leite condensado.

DSC00032

A noite o passeio foi na Noche Blanca, um jantar num barco em movimento. Lá é apresentado algumas danças típicas caribenhas mas no final vira festa mesmo com open bar. Não foi o máximo, mas me diverti  bastante e comi o suficiente 😀

Dia 3 (quarta)

Um dos passeios mais bacanas que fiz foi alugar um carrinho de golf, é muito utilizado na ilha (até a policia local utiliza uns turbinados) existem versões para 4 e 6 pessoas custando por dia COP 80.000 e 115.000 respectivamente. Dá para aluga-lo pela manhã e só devolver no final da tarde. Com ele é possível dar a volta nos 26 km² da ilha com muita calma e parando para apreciar as belas praias. IMG_1985
Uma top é a de San Luiz, com um mar muito azul, piscinas naturais. Seguindo, no ponto mais ao sul da ilha temos o Hoyo Soplador, um geyser natural que expele água do oceano pressionada contra cavernas subterrâneas.

Já do lado oeste da ilha tem um lugar chamado West View, é um parque que custa COP 4.000 para entrar e aproveitar o grande banheirão natural com água sem ondas, cristalina e morna. Tem trampolim e tobogã para entrar, mas a melhor parte é o snorkeling entre peixes por horas. Alem disso tem mergulhos junto a estátua de Netuno (ou será Poseidon?!) e outras atividade aquáticas.

Dia 4 (quinta)

A manhã começou em ritmo acelerado, achar um lugar para fazer mergulho antes do almoço. Em uma única rua existe 5 escolas e saídas de mergulho, fechei dois mergulhos por COP 180.000 (US$ 66,00). As submersões ocorrem em:

  • La Montañita: um incrível coral com profundidade de 20 metros onde pude ver uma lagosta  gigante;
  • La Pirâmide: um pouco raso, 15 metros, mas tem um colina que parece uma piramide. Lá eu vi 3 raias (ou a mesma 3 vezes)IMG_2006

A tarde aproveitei a chuva forte que começava e parava e aluguei uma moto (COP 40.000 por 3 horas) e voltei até San Luiz e aproveitei para fazer mais um snorkeling e aproveitar a água.

IMG_2076Para finalizar a noite fiquei algumas horas sentado a beira mar, escutando as ondas batendo. A orla é muito bonita a noite e segura, pode-se comer em boas restaurantes e depois curtir a escuradão sem problemas.

 

 

Dia 5 (sexta)

IMG_2140Últimas horas, pois meu voo era no início da tarde, aproveitei a praia central. Já comentei antes, mas me senti muito seguro na ilha deixei minha mochila por 1 hora na areia sem ficar preocupado com ela.

Uma coisa bacana sobre San Andrés  é uma duty free zone, ou seja, toda a cidade é um grande shopping sem imposto, é quase como ir para o Paraguai. Então aproveite para comprar algumas coisas como:

  • perfumes
  • bebidas
  • guloseimas
  • malas e mochilas

Resultado da viagem

Isla de San Andrés é linda, passaria lá uma semana inteira, só aproveitando a praia e fazendo mergulhos. Mas se tiver por lá aproveite para ir a Providencia, outra ilha ainda mais perto do paraíso.

IMG_2184

Se quiser ver minhas fotos, pode acessa-las no Facebook ou Flickr. Também gravei alguns vídeos do projeto Good Vibes.